bettingpro

Home > Pitel questiona Juninho, e ele comenta 'flerte' com Alane no BBB 24: 'Quis usar contra mim'
Pitel questiona Juninho, e ele comenta 'flerte' com Alane no BBB 24: 'Quis usar contra mim'
Time:2023-03-21
Views:880

bettingpro

  
LIVE      

Pitel questiona Juninho, e ele comenta 'flerte' com Alane no BBB 24: 'Quis usar contra mim'

bettingpro

Pitel questiona Juninho, e ele comenta 'flerte' com Alane no BBB 24: 'Quis usar contra mim'

Pitel questiona Juninho, e ele comenta 'flerte' com Alane: 'Quis usar contra mim'

Enquanto cumprem o Castigo do Monstro, confronta sobre o . A alagoana questiona se o brother realmente "flertou" com durante a última festa. O motoboy se explica e conta o que aconteceu.

Pitel decide abrir o jogo. "Todo mundo da casa sabe, menos você", revela ela. "Estão tentando queimar meu filme com a Leidy?", pergunta Juninho. "Ninguém quis falar, eu vou falar... A Alane disse que você deu em cima dela ontem", expõe a sister.

"Não, eu falei que eu pegaria ela lá fora. Uma forma de elogio", responde Juninho.

Pitel conta que a história se espalhou entre os brothers. "Ela disse para a Leidy. Aí está o maior burburinho na casa. Mas qual foi o contexto dessa história?", indaga ela.

Juninho narra a história: "A gente estava falando sobre vários assuntos. Numa delas foi a questão que eu lembrei da treta entre ela com a Fernanda. Dela ficar jogando que estava se sentindo mal por conta do que a Fernanda falou".

"Eu falei: Olha, eu converso contigo porque eu te acho gente boa, fisicamente elegante, fora daqui eu te pegaria'. Assim. Aí ela: 'Que a Leidy não escute isso'", completa ele.

"Percebi que ela já quis pegar isso para usar contra mim", diz Juninho.

Pitel questiona qual a necessidade de flertar com Alane. O carioca responde: "Eu estava bêbado. Eu flerto muito quando eu estou bêbado". A alagoana se surpreende: "Que loucura!". Juninho reforça seu status. "Mas eu não tenho nada com a Leidy, não".

Juninho admite "flerte" com Alane no BBB 24, após ser confrontado por Pitel — Foto: Globo

Guimarães vê a "Humanidade a dançar" no regresso do GUIdance

De acordo com a programação, o Festival Internacional de Dança de Guimarães vai decorrer entre hoje e 10 de fevereiro de 2024, em três espaços da cidade: o Centro Cultural Vila Flor, o Teatro Jordão e a Black box do Centro Internacional das Artes José de Guimarães.

A abrir vai estar “Bantu”, o mais recente trabalho do vimaranense Vítor Hugo Pontes, que junta intérpretes europeus e africanos, que se entrelaçam no palco.

Em declarações à Lusa, em dezembro, o diretor artístico do GUIdance, Rui Torrinha, afirmou que vai ser um “festival com um discurso plural, dos diferentes corpos e de muitas geografias distintas”, procurando ir além daquilo que é o europeu e mostrando empatia tanto pelo que está próximo como pelo que está longínquo.

“Mas que tempo é este então onde colocamos a humanidade no centro da dança? Um tempo onde começamos finalmente a sentir, sem aceitar, o muito pouco que sabemos sobre nós próprios e sobre quem nos tenta completar. É preciso pois que o corpo avance e lidere uma revolução cognitiva. A cartografia desta edição 13 coloca-nos perante a possibilidade de vivenciar mundos surpreendentes e reveladores de contextos longínquos, ao mesmo tempo que nos aproxima de forma qualificada de obras que procuram ressignificar o presente para ganharmos caminho futuro”, escreveu Torrinha num texto sobre o festival de 2024.

O GUIdance vai contar com espetáculos do moçambicano Panaibra Gabriel Canda (“Tempo e Espaço: Os Solos de Marrabenta”, sexta-feira), do angolano Gio Lourenço (“Boca Fala Tropa”, sábado) e da portuguesa Beatriz Valentim (“O que é um problema”, domingo).

Entre os destaques da edição de 2024 do festival conta-se o regresso do “supercoreógrafo” britânico Wayne McGregor, que apresenta, pela primeira vez em Portugal, “UniVerse: A Dark Crystal Odyssey”, peça estreada na Royal Opera House, de Londres, este ano, que parte da obra que lhe dá nome de Jim Henson (o também criador dos Marretas).

No dia 7 de fevereiro, Piny leva a Guimarães “.G rito”, enquanto no dia seguinte Gaya de Medeiros apresenta “Atlas da Boca” e, no dia 10, Diana Niepce mostra “Anda, Diana”.

No dia 9, a taiwanesa Shimmering Production faz a estreia nacional de “Beings”, cabendo ao também taiwanês Tjimur Dance Theater o fecho do 13.º GUIdance com “bulabulay mun?”.

+Escolha sua comunicação de notícias favorita. Clique aqui!

Pitel questiona Juninho, e ele comenta 'flerte' com Alane no BBB 24: 'Quis usar contra mim'

Previous:Do TikTok para os tops: Benson Boone conquista tops com balada "Beautiful Things"
Next:Festa no BBB 24 agita brothers e público na internet: 'Todo mundo soltinho'
related articles
bettingpro Mapa do site

1234